sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Alívio

pausa
silêncio
observo a minha respiração
.
.
.
ouço as batidas do meu coração
entro em estado de oração
e fico em paz


Luciana Dau

3 comentários:

Virgínia Heine disse...

Que delícia de poema, Lu!
Mostra com força e doçura um certo estado de alma alfa. É quando o eu poético é capaz de dizer o quanto está conectado com seus sentidos e com seus afetos.
Um enorme prazer.

Beijos

luliX pandaglia disse...

Obrigada querida amiga!!! Estou em plena transformação, explorando, experimentando outros estados do Ser...
Bjs,

jupyhollanda disse...

lindo! lindo!

b-ju