terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Anoitecer de Mario Quintana

Da chaminé da tua casa
Uma por uma
Vão brotando as estrelinhas...

2 comentários:

Virgínia Heine disse...

Mario Quintana sabe criar a maior beleza do mundo cabendo numa caixa de fósforos...
Lindo, lírico, doce...

luliX pandaglia disse...

Totalmente!!! Valeu a visita e seus belos comentários...
Bjs,