quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Constante aventura - Osho

E cada pessoa é um mistério tão infinito, inesgotável, insondável, que não é possível que alguma vez você possa dizer: eu a conheci, ou o conheci.

No máximo você poderá dizer: fiz o possível, mas o mistério permanece um mistério.

Na realidade quanto mais você conhece, mais misterioso o outro se torna. Então o amor é uma constante aventura.


Osho, em "The book of wisdom"

Um comentário:

catadora de carambolas disse...

Lu,
sua instantânea-mente me deixa por um instante a viajar, capturar imagens, sons e brisas. Tem coisas que são instantâneas e permanecem por uma eternidade.
Fiz uma bubuia meio tímida ainda lá no blog.
Beijos