quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Baga Cine apresenta Poesia Íntíma uma criação de Graça Carpes. Poema O BEIJO de Manuel Bandeira

2 comentários:

Graça Carpes disse...

Parabéns, querida mulher de luz!
Tudo de bom ao "Baga Cine"!
Bjo
Graça carpes :)

Bia disse...

LIIIINDO tia Luuuu !

parabéns pelo bom trabalho !
beeeeijos