terça-feira, 30 de setembro de 2008

Quero ser abduzida, por favor, me tirem daqui!!!!!!!!! de Theodora Speranza (é a última que morre)

Meu querido amigo Leonardo,

Preciso repartir algumas coisas com vc. Como sinto saudades do seu humor, das nossas risadas, dos seus carinhos, das nossas conversas madrugada adentro. Sei que vc ficará triste tb, mas eu não aguento mais viver! Perdi o sentido da vida. Não foi por algo ou alguém especificamente, mas por um acúmulo de experiências dolorosas e decepções. Vc sabe que sempre lutei como uma brava guerreira. Desisti, não quero mais lutar. Preciso ir embora daqui, correndo. Me ajuda, quero voltar. Não quero mais morar aqui. Vamos para Toscana? Quero ir ao Parque da Nicki. Vc sabe o quanto o seu documentário sobre essa grande artista me tocou, me influenciou e nos aproximou definitivamente. Lembrar, pensar em vc, me conforta , preenche um vazio terrível que estou sentindo agora.
Vem me ver aqui no Rio, vamos conversar, eu decidi, quero morar com vc na Itália. Sei que vc me fez essa proposta há seis meses atrás. Vc ainda me quer? Fiz tudo aquilo que vc me sugeriu. Que fosse viver as coisas que ainda precisava experimentar e assim poder me aquietar. Não sei se vou conseguir isso, mas gostaria de tentar. Sempre tive medo de casar, vc sabe muito bem disso. Vc é especial, único. Me deixou livre, confiou no nosso amor, teve muita paciência. Obrigada meu amor. Mesmo que vc não me queira mais como sua mulher, seremos amigos forever. Eu te amo. O nosso amor me mantém viva, forte e feliz. Quase me afoguei mais uma vez. O universo é tão maravilhoso, que no instante mais desesperador, ouvi o barulhinho da caixa postal do meu computador, quando abri o programa, vc apareceu, como um milagre. O milagre da transformação.
Amore mio, vc sempre aparece quando mais preciso de vc, e o mais especial é que não preciso me manifestar, apenas pensar. Eu estava assim, azeda, com muita raiva, tristeza e decepcionada. E agora já me sinto renovada e confortada. Pronta para continuar essa rica jornada.
Sei que vc adora os meus desabafos, manifestos, por isso, decidi incluí-lo nesse e-mail. Saudades. Aguardo um breve retorno. LoveU, Theodora

Desabafo Cara de pau

Estou perplexa e estarrecida!!!!!!!! Fui descartada, jogada como Gregor Samsa, numa lata de lixo. Muito triste o fim desse rapaz. Como é atual esse conto. A diferença entre mim e ele é que não me tornei um inseto asqueroso, mas uma mulher bonita, corajosa, impetuosa, sensível, criativa, carinhosa, frágil, agressiva o suficiente para conseguir me manter viva nessa tecno-selva imperialista machista tupiniquim e idiota.
Mais uma dose por favor, mas dessa vez fatal.
Meu nome não é Gal. E não me peça mais para chupar o seu pau, muita cara de pau!
Houston, Houston... We have a problem. Can you hear me?
I thought he was the man, man, but the fucking guy is like the others and worse. É travestido, mascarado de maluquinho, sensível, brilhante, doidão irresponsável. Por que ser artista para alguns é agir de forma inconsequente (com trema ou sem trema? Eis a questão!) Acha que está sendo diferente, irreverente. Pensa que está andando na contra-mão da cultura, mas age igual aos caras que critica, tudo pura ilusão de ótica. Tudo fachadão!
"Mais que nada, sai da minha frente que eu quero passar..."
Quero ser abduzida! Me levem para bem longe daqui. Quero reencontrar os meus mortos.
Por onde anda Baby Consuelo? Alguém sabe, será que ela foi abduzida? Saudades das loucuras e da voz dessa talentosa artista, do humor dela. Volta Baby, Baby please!
Nesse mundo midiático, "imediático", volátil, fútil, vazio quem não é alguém, não é ninguém.
Sou de verdade na vida, não passo batida por ela. Busco intimidade, profundidade, intensidade, troca de experiências, de energia. Os encontros por mais efêmeros que sejam não podem para mim ser vazios, pelo contrário, a intensidade, capacidade de entrega, fazem desse precioso instante algo para ser lembrado com alegria. Bons encontros, belas experiências, contatos, com os olhos, com a boca, com as mãos, tesão, alegria e gozação. Os que jogam fora esse tipo de encontro mágico sexual celestial, instantâneo ou não, que tratam de forma leviana são os antigos senhores feudais, com um look cú contemporâneo. Eles fazem parte da tribo dos BBB's Bobos, babacas e bestas. Inteligência não é acúmulo de informação, mas quantidade/ qualidade vivida e assimilada de fato. Resignificação, criatividade.
O que me restou depois desse decepcionante encontro? Uma enorme solidão, preenchida com palavras, imagens e sons. A Santa Deusa da Arte me mantém erguida. As vezes acho que irei sucumbir. Aí vem a santa Inspiração e vc, e me tiram desse estado deplorável. Obrigada pelo seu amor e admiração por mim. Ninguém nunca me fez sentir tão valorizada como vc Leonardo.
Te Amo,
Theodora

2 comentários:

Dudu disse...

Baby foi abduzida pelo cordeiro do senhor. Vlw, Lu. Bjão.

Joana Novaes disse...

Também te quero muito minha querida: te quero bem, te quero sempre, inteira ou aos pedaços, amiga íntegra e solidária que é, -intensa, insana, impetuosa, espirituosa, colérica e sobretudo, deliciosamente amorosa!
Com açucar e com afeto,
Diou Diou